sábado, 31 de dezembro de 2016

Beleza... Muita batida e a discografia inteira do Beck

Leite condensado;
Gelo;
Espumante;
Morango;
Uva;
E feliz 2017!
(...)!
(Começando antes para terminar depois.)
...
Só na batida e só na fumaça,
Nada de trapaça,
Passagem boa de ano!
Recompensas a quem eu clamo!
Onde misturo literatura 
E vida sem mistura,
Vida sem gelo!
(...).
Um abraço para as ilustres Leitoras 
E para os leitores;
Um abraço para todos que eu amo!
Amigas e amigos!
Meu Cumpade!
Meu Babalorixá!
Meus comparsas de macumba, 
Música e poesia!
(...).
E para outro lado me manifesto!
Para os pregos que detesto:
Pau no cu dos escritor bosta!
Tudo de bom para aqueles escribas
Que minha leitura gosta;
Que ano que vem tenhamos mais dinheiro,
Que nós tenhamos mais dinheiro!
Mais trabalho!
E mais álcool para nós!
Teremos música boa,
DUB e Reggae,
Pra quem não gosta?
Pru diabo que te carregue!
A seda é um bom pano...
Eu Curti bem o Beck esse ano:
A discografia inteira
De ponta a ponta!
Maciota Music Life!
Smoke Remedy! 
(...).
Agradecer meu Padrinho Exu!
Salve, Adope por tudo!
Muito Obrigado por tudo!
Obrigado por tudo minha Madrinha!
Obrigado por tudo meus bons guias
E espíritos protetores!
Obrigado aos Demônios!
Obrigado pela Natureza!
Obrigado por tudo meu Pai Orixá!
Okê!
(...).
Ganhei maravilhosos presentes
Num 2016 de merda, 
Ano merda...
Todavia tive alegria!
Uma esposa linda 
E uma filha linda,
Alegria que não finda!
Um beijão para 
Minha grande companheira!
Um beijão enorme para a Ana Luíza!
P.S: “Amo demais!!!!!”
E um beijão para a Tarsila,
Beijão para Pedro Arthur,
Beijão para Ana Valentina.
(...).
E estou feliz, 
Porém não iludido,
Vai ser um ano difícil de fudido,
Ano sem padrão,
Ano para ter ambição!
Um ano que muito promete!
(...).
E eu?
Volto pra minha sina,
Mais uma batida!
Mais um Beck pra carburar,
Mais um Beck pra tocar,
Mais o liquidificador
Funcionar:
Leite condensado;
Gelo; 
Espumante;
Coco;
Leite de coco;
E para quem quer ser feliz:
Feliz ano!

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Fujão

Sabe quando é sublime?
Quando nossa respiração ofega
Quando a face não nega
A mão de ninguém.
Sem comparativo,
Exagerando no aperitivo,
Mantendo-se ativo para
As manifestações da festa.
(...)
Sabe que alguém te detesta?
E às vezes é cara a cara.
E às vezes: intuitivo;
Corruptivo...
Ficar sem? 
Ele quer o de quem tá sem!
Não esquenta se vai à cega,
Se ele tem uma treta que pega?
De campo tira seu time.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Adorar Você sob todas as coisas

Tire do homem sua capacidade de vitória
E na teoria ele vai parar de respirar.
Tenho amigos anfíbios:
Eles perderam o rabo.
(...).
Tire do escritor sua capacidade de ser homem
E na prática ele vai parar de debater e lutar.
Tenho amigos répteis:
Eles perderam a pele.
(...).
Tire a capacidade do leitor de enxergar
E por obviedade não mudará nada no fundo no fundo.
Tenho amigos cavalos:
Estão cagando e andando pru mundo!
... (...).
Tire a capacidade do crítico de ler!
Arranque os testículos e textões desse homem!
Tenho amigos rinocerontes:
Eles perderam a cabeça.
(...).
Tire a chance de uma literatura nascer:
Morrerá pior que X9; e isso?
Não me comove.
Tenho amigos fungos,
Embolorando nas prateleiras dos livreiros,
Livros empoeirados o ano inteiro,
Versos de um verso certeiro do
Poema pedreiro
Que foi o primeiro
Que serviu para matar!
(...).
Tenho amigos insulares,
Gente que vive detalhes,
Destino dos homens sem pares,
Mas sabem pouco se posicionar,
Não lê e não quer gostar!
Não vai gostar e não vai ler!
Diz saber o que gosta de ler quando lê!
Sabe o que é  e o que não é uma festa!
Vai ter convicção que a porra do poema presta!
Vai ter convicção que a porra do poema não presta!
Vai ter convicção dele ser muito Bom, 
Ou!
Tire do Poeta o direito de ele ser Deus
E estará errado perante aos seres!
Eu Tenho amigos burros:
Eles me ensinam muitas coisas.  

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

O Ser Humano não tem manual traduzido

Confusos.
Estão perturbados...
Já não têm forma de vida...
Mata a gente,
Assassina feliz e contente,
Não paga as dádivas
E não dá lucro,
Lacra o sepulcro,
Sem muito nutriente no suco o
Ser humano vira muco e
Para a terra: serve-se suco de gente...
(...).
Observando com outra cabeça 
E como o ser se direciona,
Desmatam-se florestas 
Para gastar o dinheiro do lucro com Zona...
Vendo como funciona o plano eleito,
Uma grande suruba sendo Desejo Perfeito:
Corpos para transar e mais um e mais outro,
Relacionando no corpo dum e no corpo doutro,
Piquinha, picão e picudo!
Vuco-vuco atrás de vuco-vuco!
O ato grupal ficando maluco!
Mas Voyeurismo de eunuco
Não paga as dívidas!
(...).
Sabe que é uma pessoa decadente,
Mata quando vence,
Diz saber métodos e
Fala saber usos para deixar incluso
Safadeza necessária 
Para nossa carga de esclarecimento,
Mas pode chegar ao pensamento:
Somos os melhores?
Somos maiores?
Somos esplêndidos?
Somos os mais gostosos?
O que somos?
Somos seres decadentes! 
Somos indigestos e adstringentes!
Indigentes!
Confusos. 

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Água fervente com Gelo

O amor está me dando enjoo,
O ódio também,
Logo estar num desânimo.
(...).
Muitos precisam ser xingados
Ou mandados pra puta que pariu!
Mas tenho preguiça e procrastino.
(...).
Muitos precisam de missivas de carinho,
Mas ser feliz dá nojo tem hora.
Pecado, Deus e Satanás não nos faz sentido,
Peca, mas foi como se nada tivesse acontecido,
Chama, clama, roga, mas ninguém aparece!
Não aparece bem,
Não aparece mal.
(...).
Estando de roupa seu corpo pecador não
Quer estar de roupa;
Seu corpo pecador é safado;
É exibicionista;
Estando rezando, 
No entanto ainda pensa em dias de Rock,
Quando a noite já dava o toque,
Quando já tava tudo Nude!
Quando a casa começava esquentar!
(...).
Sexualmente no ato de movimentar
As pessoas irão gozar!
As pessoas gozavam!
As pessoas gozam!
E quando não gostam?
Pecam. 
Hipócritas? 
Mas estou com preguiça de listar...
Coloco-me nessa lista...
Já adianta metade do pecado do mundo...
Um escriba imundo!
Que acha bonito todo ser maldito,
Mal visto; mal acabado, mal humorado!
Nem importo e fico vendo que todo mundo se ferra!
Mas muito se ferra!
Mas ninguém quer mudar, evitar ou parar!
(...).
No meio das alcovas sem luzes e turvas
Não sabemos se as luvas
São dos Lucianos ou se são das Micheles; 
Se são avanços de peles,
Ou enlaces démodé;
Se é filosofar ou se é aquecer...
(...).
Perceber?
O imprevisto é melhor de prever!
Gozar é melhor que morrer!
Paralelos de pessoas com corpos privê,
Dedos e mãos com carinhos de poder!
Dores que são melhores que amores,
Amores que são melhores que rumores,
Psicológicos humores que se abraçam
Fingindo ser Eros desejando Psiquê.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Leitoras

Para as Leitoras:
Faltam bons versos eróticos no mundo...
Falta um livro que traduza a Mulher
E documente o momento sublime
Dentre várias paixões,
Carícias e amor profundo.
(...).
Falta ou está escondida 
Essa magistral Escritora?
Mas pensaremos para além da Autora:
Precisa existir um livro
Que crie imagens eróticas
Que queime a pele de dentro para fora,
E que faça na tora! O coração acelerar.
Que a Leitora tenha verso que faça excitar,
Poesia voraz e sagaz feita para arder,
Para a Mulher ser o que ela quiser!
Desde que faça sentido,
Desde que palavras façam sentido,
Literatura que faça a Leitora sentir-se Mulher!
Mulher sendo Mulher!
Sentindo o que ela bem quiser!
(...).
Como opções para você Leitora:
Tem fetiche e machismo disfarçado de erotismo,
Vendido sem juízo  
Em um monte de livraria e banca qualquer!
Para você Leitora fizeram livro de Erotismo sem affair!
Sem escritor com talento para sentir-se Mulher!
E para distinguir ser bom:
O que é e o que não é!
Assim, não é como o crítico quer!
Faltam bons livros para a Mulher,
Falta prosa boa nos ouvidos das Meninas... (...).
(Não sei escrever erótico, não sei escrever como uma Mulher, mas penso quê...):
Leitoras querem imaginar fantasias,
Gozos e alegrias,
Página por página
Com verso 
E escrita que envolve
Verve vulva e valentia e
Mais coisas e elementos 
Nesta quimera de alegria!
A arte da Bela Jovem que fantasia
A arte atrevida de transar como sempre quis.

A Frase do Caos

Acorda como se tivesse tido
Péssimas relações sexuais anais;
Acorda como se o mundo tivesse piorado;
Acorda e sabe que livros sagrados maltratam a mulher,
Que exércitos maltratam homens e seres vivos em geral;
Desperta de um sono sabendo que o país tem um dono
E esse dono não gosta de você, 
De suas ações e de suas ideias,
E tal dono executará todo e qualquer ser que 
Almejar este cargo;
Desadormece sabendo que pessoas
Fazem coisas erradas com o dinheiro;
(...).
R.E.M suspenso...
Já de olho aberto,
Acorda como se fosse forçado,
Como se não participasse da decisão,
Acorda como um traído,
Mesmo sabendo que a porra toda já era uma furada!
Uma Fria,
Uma Treta,
Caminhada errada!
Acorda como se tivesse matado alguém;
Desperta para um pseudo-crime,
Comete masturbações para todas as pessoas que vê,
Desadormece na vontade de ser rico,
Ser um Bilionário Fudido! 
E quem sabe usar a frase:
"Vou comer o que eu quiser!" 

domingo, 25 de dezembro de 2016

O grande momento do futebol

Passando à tarde
Revivendo o melhor
Do grande Clássico
Do Futebol Mundial,
Curtindo pelo dia
Cada lance extraordinário
De todas as vezes que aconteceu
Este fantástico Jogo,
Quando infla o peito do povo,
Quando hoje,
Em pleno Domingo,
Com Comida e Ceva,
Comendo a torta de maçã 
Da Dona Eva,
Quando chega mais e mais cerva!
Quando a gente curte um
Botafogo contra o Verdão.

sábado, 24 de dezembro de 2016

Mais comemorações para os bons

Vocês deviam beber mais
No Natal!
Louvar aquele diário Álcool Sagrado
Que vocês bebem o ano todo
Em suas capelas
Chamadas de Bar. 

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Contido

Creio que meus dedos
Chegaram até seu pescoço
Antes que meu convite surgisse,
Antes que eu te convidasse para fumar,
Antes que eu te convidasse para dançar.
Peço desculpas por meus olhos,
Mas eles correram teu corpo,
Mas juro que teu sorriso
Brilhou mais que tudo enquanto há!
Eu sei que poderia lhe beijar,
Mas beijos podem ofender,
Eles hão de acontecer,
A vida sabe rolar.
(...).
Antecipar?
Forçaria seu destino e futuro
Por bel-prazer da curiosidade?
E eu, o que eu fiz?
Preferi ver teu sorriso.
Onde eu queria chegar?
Preferi ouvir teu sorriso,
Perto da sua boca, eu aviso ser:
Aquele dia para sonhar,
Tocar!
Beijar!
Esfregar!
Mordiscar!
Ver a coisa acontecer!
Perto de você viso ver
Seu lindo olho brilhar,
A cor da sua pele te corar
Quando eu simplesmente elogiar você.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Primeiro verão sem Rivotril

Um plano.
Um rumo pru ano.
Diminuir o dano.
Um jeito.
Um jeito pra semana,
Promessa que engana,
Paciência que espana.
Um ataque.
Noia amplificada de Crack...
Falta de interpretação vinda do conhaque...
Plano para fugir do baque,
A Explosão de bomba feita por um traque,
Agora sem direito a saque.
Um arrependimento?
Quando perdeu o sustento,
Paralisou o movimento,
Perdeu o provento.
A morte?
Seu prêmio de sorte,
Sua regalia
Caso algum dia você
Preste na vida;
Vida: lugar sem plano, 
Sem jeito, 
Sem ganho...(...).
E não adianta abrir o peito
E pôr-se a chorar,
Vai muito chorar!
E nesse seu sonho de vida;
E nesse seu iludido desejo de vida;
E nessa desgraça de estímulo de vida;
Respirar:
Será sua única alegria. 

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Uma boa cama pra você

Perdeu seu sossego
Quando recebeu um beijo na nuca,
Aceitou braços fortes te apertar,
Aceitou uma boca gostosa morder seus lábios,
Aceitou a nudez,
Perdeu seu apego,
Abdicou da imobilidade,
Deixou invisíveis as roupas,
Movimentou-se em outro corpo humano/
Transará e gozará por um pleno e safado ano, 
Despidos sem nenhum pano,
Sem dano, 
Sem plano, 
Sem engano,
Carícias, calores, 
Orgasmo e chama!
(...)
Trocou sua paz por tesão,
Fez um plano pouco padrão,
Gozar sem medir tensão,
Chupar carinhosamente essa paixão,
Não pedir para acabar!
Aproveitar estarmos pelados,
Apertando os nossos lascivos lados,
Tirando roupas íntimas,
Tocando com destreza as genitálias,
Movimentos fortes lentos e sem falhas,
Pontos erógenos são fornalhas,
Minha língua e boca? Combustíveis pras fornalhas!
E do bom disso uma ideia chama: 
Eu chamo você para fazermos uma trama
Onde vou chupar e beijar cada grama sua,
Sua pessoa inteiramente nua
Em uma crua pornografia sem filmagem!
A nossa íntima e misteriosa sacanagem,
Feita artesanalmente 
Por sobre uma cheirosa e macia cama.