sábado, 25 de fevereiro de 2017

Contrato de sigilo

Se quer quem escreve o poema,
Você pode ganhar um problema,
Um escritor real é um ser sem Igual,
Um ser que si agride ao normal,
E agride o em torno do seu ser,
Em torno da cara da bobagem,
Fazendo você ler e arrefecer,
Aquecer, esquentar,
Falar Javanês,
Mover o que tem em pensamento!
Concretizar a punheta!
(...).
Quer ter um problema?
Transa com um poema que cê Gosta,
Faz pra ele uma proposta,
Pede pra ele nunca confessar.  

Nenhum comentário: