quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Seu saldo é de Muitos Reais e Crédito Nenhum na Praça

Mesmo na quina da rua
Com o dinheiro ali
Não conseguiu adquirir,
Não conseguiu ser gente,
Não contratou uma puta,
Não conseguiu se envolver
Nem com algo que presta,
Nem comprar quilos do que não presta,
Entrar no crime não,
Entrar na justiça não,
Não conseguiu vício,
Não conseguiu remédio,
Não matou o auto-tédio,
E por intermédio dos homens
Mesmo com o dinheiro em mãos
Não conseguiu um veneno,
Uma paixão,
Um ato de doação!
Mesmo de cara pru gol
Não bateu como deveria...
Mas lamento ilustríssima Cria:
Mesmo tendo crédito hoje em dia,
Você não compra alegria,
Você não compra nada,
Nem sua amada, nem sua amante,
Nem seu instante!
Nenhuma parada!
Até mesmo você que ganhou sozinho na Quina,
Até mesmo sendo rico colecionador de Platina,
Possuir uma cara e requintada rotina,
Que gasta na madruga,
Continua milionário na matina,
Mesmo você "O dono das minas":
Por algumas portas você não entra não.

Nenhum comentário: